Endometriose

Endometriose, a doença silenciosa

A endometriose afeta uma 1 em cada 10 mulheres e ainda há muito desconhecimento sobre ela. A crença de que a menstruação dói encobre, em muitas ocasiões, esta doença e faz com que as mulheres que sofrem de endometriose, muitas vezes, sejam acusadas de sensíveis perante uma situação normal e que devem aprender a viver com esse mal-estar. O pior é que este tipo de acusações é, por vezes, feito por profissionais de saúde que continuam também eles com falta de informação. 

A endometriose é geralmente diagnosticada entre os 25 e os 40 anos, uma vez que não é um diagnóstico rápido e, ainda que existam investigações sobre a endometriose, ainda são desconhecidos os motivos que levam algumas mulheres a sofrer desta doença e outras não. 

Sintomas da endometriose

Quando uma mulher sofre de endometriose significa que há tecido similar ao do endométrio fora do útero. As localizações mais comuns são os ovários, ligamentos e superfície peritoneal, no intestino e/ou na bexiga. Quando o tecido se encontra nos ovários, podem-se formar quistos chamados endometriomas. Apesar disso, também pode aparecer nos pulmões ou até mesmo na pele, em áreas longe da zona pélvica.

Como consequência deste tecido endometrial fora do seu “devido lugar”, sangram partes do nosso corpo durante a menstruação que não deveriam fazê-lo e, por isso, uma das principais caraterísticas da endometriose é uma dor intensa. Imaginem que, tal como o vosso útero, sangram e inflamam outras zonas também, em simultâneo. 

 

    • Dismenorreia. A dor menstrual intensa é o sintoma mais reconhecível da endometriose. Esta dor impede as mulheres de levar uma vida normal.
    • Hipermenorreia: Menstruações mais abundantes que o habitual.
    • Dor pélvica. Pode aparecer dentro ou fora do período menstrual. Afeta cerca de 75% das pessoas que sofrem de endometriose. 
    • Dor nas relações sexuais. Pode aparecer durante (dispareunia, ou seja, dor durante o coito) ou após. 
    • Sangramento entre menstruações: A endometriose pode alterar o ciclo menstrual, pelo que ainda que o ciclo se comporte de forma regular, podem aparecer sangramentos entre menstruações, que se designa por “sangramento uterino anómalo”. 
    • Problemas de fertilidade: Estima-se que 50% das mulheres com endometriose tenham problemas de fertilidade.
    • Problemas digestivos como inchaço ou náuseas relacionadas com a dor. 
  • Fadiga, debilidade e enjoos.

Causas da endometriose

Ainda que as causas da endometriose sejam desconhecidas, tal como porque afeta algumas mulheres e outras não, estabeleceram-se algumas possíveis causas:

  • Por uma parte, crê-se que parte da menstruação escorre pelas trompas de Falópio e cai no abdómen em vez de ser expulsa para o exterior. Contudo, em muitas mulheres que não desenvolvem endometriose, isto também acontece.
  • Por outra, poderia tratar-se de uma alteração no sistema imunitário. Neste caso, o organismo não é capaz de reconhecer como estranhas as células endometriais e deixa-lhes a via livre para outros órgãos. 
  • Também poderá tratar-se de um excesso de estrogénios.

E… A endometriose tem tratamento?

Ainda que a endometriose não tenha cura, é habitual que se recomendem tratamentos hormonais para tentar mitigar os seus sintomas. Os mais frequentes são os contracetivos orais que suprimem o ciclo menstrual, progestinas que ajudam a reduzir a dor ou análogos de GnRH que reduzem os níveis de estrogénio até ao ponto de fazer desaparecer o ciclo e a menstruação. 

Existem tratamentos cirúrgicos mais agressivos. Incluem tratar com laser os endometriomas para reduzi-los, drená-los ou eliminá-los. 

Dado que ainda há muito desconhecimento em torno da endometriose, um diagnóstico certeiro passa por realizar uma laparoscopia. Esta intervenção permite examinar os órgãos pélvicos e, se for necessário, remover os quistos e tecido cicatrizado. 

Posso usar copo menstrual se sofro de endometriose?

Podem usar o vosso copo enna cycle sem problemas, sempre que não existam quistos na vagina, pois aí a sua utilização poderia ser incómoda e dolorosa. Recomendamos que consultem o vosso médico ginecologista se sentirem qualquer incómodo. Em todo o caso, os copos maleáveis como enna cycle dão menos problemas, uma vez que o processo de introdução e extração do copo é mais suave do que com os copos de uma dureza maior.

Além disso, um trabalho publicado na revista Fertility and Sterility, em 1997, indica que as amostras recolhidas com o copo menstrual são viáveis, incluindo cinco dias depois, e expõe que “contêm tecido endometrial que pode ser utilizado para análise in vitro do endométrio e endometriose”, pelo que pode ser a chave para avançar neste campo.

Compartir:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Posts relacionados

cambiar copa menstrual

Quando trocar o meu copo menstrual?

Quando trocar o meu copo menstrual? Como sei que já não tenho de usá-lo mais? É verdade que tem uma duração de 10 anos? Estas são algumas das questões que recebemos através dos nossos canais de apoio às utilizadoras. Embora o copo menstrual possa durar 10 anos, muitas mulheres consideram que é demasiado tempo, devendo trocá-lo antes,

Primeira menstruação após o parto

Primeira menstruação após o parto: quando e o que esperar?

A primeira menstruação após o parto não tem uma data de regresso específica. O regresso da menstruação depois de uma gravidez, do parto e do período pós-parto não é uma ciência exata. As hormonas de cada mulher afetam e atuam de modo diferente. Um fator importante para realizar os cálculos é se o seu bebé

Menstruação dolorosa

Menstruação dolorosa: quando e porquê

Uma menstruação dolorosa é um sintoma de que algo não funciona corretamente. Uma menstruação saudável deveria significar ausência de dor; poderá existir desconforto e incómodo, incluindo nos dias anteriores, porém, a dor não deverá ser incapacitante nem condicionar o dia a dia. O termo que designa as dores durante a menstruação é dismenorreia, que apresenta

Copa menstrual y primera menstruación

Copo menstrual e primeira menstruação, uma boa combinação

Usar o copo menstrual na primeira menstruação é possível. Não há contraindicações para que uma mulher utilize enna cycle no início da vida menstrual. O tamanho S e, especialmente, o tamanho S short do starter kit podem adaptar-se facilmente às características das adolescentes.    3 motivos para usar o copo menstrual desde a primeira menstruação

cuánto dura la menstruación

Quanto tempo dura a menstruação?

Quanto tempo dura a menstruação? Existem tantas respostas quantas as menstruações. Embora a média seja de 4 a 5 dias, isso não significa que seja sempre assim ou em todos os ciclos.  Os dias de sangramento, que vão de 2 a 7, são considerados uma menstruação normal, mas, por outro lado, se forem mais do